Trabalho – Parque

O modelo de parque, executado no SketchUp, possui dois elementos principais, o objeto construído no exercício “Híbrido”, mais um objeto de interação o qual é representado pelas formas distorcidas que envolvem as 10 variações do primeiro.
Neste primeiro clipe encontramos uma alusão a entrada do parque, cujo tema são cata-ventos espalhados pelos seus desníveis do relevo acidentado. Logo na entrada, uma das formas hibridas possuem a função de recepção, como uma pequena amostra dos elementos que constituem a conjunto.
Já numa segunda releitura da forma, esta está como atrativo em um ponto mais alto do plano, chama a atenção e permite explorar, através dos seus cheios e vazios, uma visão de todo o parque.

O segundo clipe começa explorando uma das janelas produzidas a partir dos elementos retorcidos e passando, através das passarelas, de uma forma para outra, mostrando seus diferentes estágios de construção do hibrido até sua apresentação mais complexa, no centro do parque, a qual é a ultima cena do vídeo.

Neste podemos explorar o elemento que constitui o parque todo de maneira detalhada, e a partir de pontos de vista diferentes dos mostrados anteriormente. Nota-se também, em todos os clipes a possível visualização de diferentes partes do ambiente apenas pelos vazios proporcionados nas formas encontradas. Ao final, uma perspectiva superior do parque mostrando a diversidade das formas e cores, criadas no chão a partir dos cata-ventos que vemos na entrada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s